De outros

Zebra, Crocodile e Antelope, Oh My!


Se você já esteve na África, provavelmente já viu animais como zebras, elandos, gazelas e crocodilos em um jipe ​​safári. Outra maneira de vivenciar a diversidade da vida selvagem da África está no seu prato, como um verdadeiro morador local! Entra no Carnivore, um restaurante que serve carnes de caça incomuns - pense em zebra e avestruz. Você só precisa ser um pouco corajoso e com muita fome. Aqui está o que o Yahoo Travel encontrou em Joanesburgo.

Onde: Restaurante Carnivore, Misty Hills Country Hotel, Centro de Conferências e Spa em Muldersdrift, Joanesburgo (também há um local em Nairobi, Quênia).

Porque ir: Carnivore, que se orgulha de oferecer aos turistas experiências africanas autênticas, é o Epcot Center do comedor de carne. Você pode provar carnes de todo o terreno africano, tudo com pompa e circunstância exagerada. Pelo menos três vezes por noite, os garçons e outros membros da equipe tocam tambores, cantam e dançam na área de jantar (que, de acordo com o tema, tem assentos de náilon com estampa de zebra). E os garçons vão continuar alimentando você até que você se empanturre tanto que literalmente jogue a bandeira (há uma na mesa para esse propósito) para sinalizar que você terminou.

O que comer: O restaurante serve uma variedade de carnes de caça e domésticas, espetadas no que eles chamam de espadas da tribo Masai. O crocodilo, estranhamente, tem gosto de peixe. Estamos falando de peixes peixinhos. E a zebra? Espete algumas fatias de centeio com um pouco de maionese de raiz-forte, e isso daria um ótimo sanduíche. Avestruz é uma carne vermelha com gosto de veado. Em Nairóbi, você também pode comer testículos de boi, que são estranhamente pastosos. Apenas segure seu reflexo de vômito. Também há opções vegetarianas e de peixe para quem não gosta (trocadilho). Sua refeição carnuda também vem com sopa, salada, acompanhamentos e sobremesa.

Bônus: Existe um "homem dawa". Dawa é suaíli para “remédio”, e o “remédio” que esse cara está oferecendo é o doce e enjoativo coquetel dawa, feito com vodca, suco de limão, mel, água com gás e açúcar. Por que o nome? “É o remédio para tudo”, nosso cara dawa nos disse. “Isso deixa todo mundo feliz!” A menos, é claro, que você seja uma daquelas pessoas que fica com raiva quando está bêbada. Ou diabético.

Não se esqueça: Suas calças de cintura elástica. E Tums.

Mais do Yahoo Travel:

Viagem de carro: o tour de Nelson Mandela pela África do Sul
Safari na África: maneiras secretas de tirar as fotos dos seus sonhos na vida selvagem
Safáris globais: 8 lugares para ver animais selvagens fora da África


Leões, zebras e elefantes, oh meu!

Em janeiro, Andrea Dougall e eu lideramos um grupo intrépido de viajantes em uma viagem ao Quênia. Anualmente, o departamento de cuidados com animais oferece a 16 pessoas sortudas a oportunidade de viajar com profissionais experientes em cuidados com animais para três belos parques no Quênia,

Além de ver centenas de espécies de animais, também aproveitamos a oportunidade para visitar nossos Parceiros de Conservação internacionais.

Nossa aventura começou antes de deixarmos Nairóbi. Situado dentro do Parque Nacional de Nairobi, está o David Sheldrick Wildlife Trust. Fundado em 1977 por Dame Daphne Sheldrick, o trust resgata elefantes e rinocerontes órfãos. O Trust já criou com sucesso mais de 150 elefantes bebês, devolvendo alguns deles à natureza. Fizemos uma doação em dinheiro e também trouxemos mamadeiras do tamanho de elefantes para os bebês elefantes alimentados com mamadeira. Nosso grupo teve a sorte de conhecer alguns dos órfãos de perto e pessoalmente. Alguns de nossos viajantes adotaram elefantes no site do Sheldrick e puderam encontrar seus adotados. Inserir fotos

Saímos de Nairóbi e dirigimos pelo Parque Nacional Amboseli localizado na base do Monte Kilimanjaro. Inserir foto Kilimanjaro. O derretimento da água glacial cria um vasto pântano no parque, para o deleite dos elefantes. Nossos dias começaram cedo. Levantamos às 6h da manhã para o café, às 6h30 estávamos na estrada em direção ao parque para um safári. Inserir foto da van Nossos motoristas / guias têm mais de 60 anos de conhecimento e experiência entre os três e podem pegar uma águia de uma árvore a 200 metros ou apontar um pequeno besouro de esterco no chão. Em Amboseli, vimos grandes famílias de elefantes com seus bebês, manadas de gazelas, zebras, gnus, matilhas de hienas e bandos de leões. As aves aquáticas eram lindas e havia tantas espécies diferentes!

No parque, visitamos um vilarejo Masai local e aprendemos sobre seu dia a dia. Há uma escola no local e pudemos visitar as crianças e vê-las demonstrar suas habilidades de leitura. Inserir foto da vila e vídeo.

Também visitamos o Amboseli Trust for Elephants, fundado por Cynthia Moss há mais de 40 anos. Muito do que sabemos sobre a sociedade matriarca dos elefantes foi descoberto por Cynthia e seus pesquisadores. Inserir fotos de ATFE

Após 4 dias maravilhosos em Amboseli, embarcamos em 2 pequenos aviões e voamos para o Parque Nacional Samburu. Localizado acima do equador, Samburu era muito mais quente e seco do que Amboseli. O grande rio que atravessa o parque estava seco e os guardas estavam cavando bebedouros para os animais. Tivemos a sorte de ver o Samburu Finve - um novo grupo de animais, a maioria não encontrado fora desta região :. Zebra de Grevy (que está altamente ameaçada), galinha-d'angola vulterina, Oryx, girafa reticulada (também ameaçada de extinção) e avestruz somali (têm patas azuis).

Insira fotos. Pudemos nos encontrar e saber sobre o trabalho que está sendo realizado por 3 de nossos parceiros Projeto Leão Ewaso, Projeto Girafa Reticulada e Salvar os Elefantes. Insira fotos. Gilbert, um pesquisador da Save the Elephants entreteve o grupo com a história do que acontece quando um elefante macho zangado encontra um caminhão Toyota. Insira a foto.

Nosso chalé em Samburu tinha poços de água feitos pelo homem que eram frequentados por uma grande tropa de babuínos-azeitonas, javalis e impalas. À noite podíamos ouvir as hienas chamando - parecia que elas estavam do lado de fora de nossas cabanas - Provavelmente estavam!

No dia 8 voamos para o vasto Masai Mara, um enorme parque com pastagens onduladas e pontos de acácias. O rio que atravessa o parque estava cheio de famílias de hipopótamos e crocodilos. No Mara vimos mais animais novos que ainda não tínhamos visto nos outros 2 parques. RHINOS !, salmão d'água, antílope topi, hartebeests e enormes rebanhos de búfalos do cabo.Inserir fotos

Nosso alojamento ficava no topo de uma colina com uma vista panorâmica da savana abaixo. Dez pessoas da nossa turma fizeram um passeio de balão de ar quente de manhã cedo, seguido por um café da manhã com champanhe no mato. Insira fotos.

Tivemos a oportunidade de visitar uma das 4 escolas na área de Masai Mara. Levamos material escolar para as crianças e fizemos um tour pela escola. Inserir fotos

Certa manhã, quando estávamos voltando ao chalé para o café da manhã, nossos guias nos disseram que conheciam um local especial para ver mais hipopótamos e crocodilos. Em vez disso, fomos surpreendidos por um pequeno-almoço com champanhe à beira do rio! Andrea e eu sabíamos da surpresa, mas não estávamos preparados para as toalhas de mesa de linho, guardanapos e café da manhã feito na hora. Inserir foto

Finalmente, nossa viagem maravilhosa estava chegando ao fim rapidamente enquanto voávamos de volta à civilização. Com mais uma parada para alimentar girafa no Giraffe Center em Nairóbi, fomos ao aeroporto para nos preparar para os longos voos de volta à realidade. Mas voltamos com 17 novos amigos e memórias que vão durar para o resto da vida.
Durante nossa viagem, doamos mais de US $ 7.000 para nossos parceiros de conservação.


Leões, zebras e elefantes, oh meu!

Em janeiro, Andrea Dougall e eu lideramos um grupo intrépido de viajantes em uma viagem ao Quênia. Anualmente, o departamento de cuidados com animais oferece a 16 pessoas sortudas a oportunidade de viajar com profissionais experientes em cuidados com animais para três belos parques no Quênia,

Além de ver centenas de espécies de animais, também aproveitamos a oportunidade para visitar nossos Parceiros de Conservação internacionais.

Nossa aventura começou antes de deixarmos Nairóbi. Situado dentro do Parque Nacional de Nairobi, está o David Sheldrick Wildlife Trust. Fundado em 1977 por Dame Daphne Sheldrick, o trust resgata elefantes e rinocerontes órfãos. O Trust já criou com sucesso mais de 150 elefantes bebês, devolvendo alguns deles à natureza. Fizemos uma doação em dinheiro e também trouxemos mamadeiras do tamanho de elefantes para os bebês elefantes alimentados com mamadeira. Nosso grupo teve a sorte de conhecer alguns dos órfãos de perto e pessoalmente. Alguns de nossos viajantes adotaram elefantes no site do Sheldrick e puderam encontrar seus adotados. Inserir fotos

Saímos de Nairóbi e dirigimos pelo Parque Nacional Amboseli localizado na base do Monte Kilimanjaro. Inserir foto Kilimanjaro. O derretimento da água glacial cria um vasto pântano no parque, para o deleite dos elefantes. Nossos dias começaram cedo. Levantamos às 6h da manhã para o café, às 6h30 estávamos na estrada em direção ao parque para um safári. Inserir foto de van Nossos motoristas / guias têm mais de 60 anos de conhecimento e experiência entre os três e podem pegar uma águia de uma árvore a 200 metros ou apontar um pequeno besouro de esterco no chão. Em Amboseli, vimos grandes famílias de elefantes com seus bebês, manadas de gazelas, zebras, gnus, matilhas de hienas e bandos de leões. As aves aquáticas eram lindas e havia tantas espécies diferentes!

No parque, visitamos um vilarejo Masai local e aprendemos sobre seu dia a dia. Há uma escola no local e pudemos visitar as crianças e vê-las demonstrar suas habilidades de leitura. Inserir foto da vila e vídeo.

Também visitamos o Amboseli Trust for Elephants, fundado por Cynthia Moss há mais de 40 anos. Muito do que sabemos sobre a sociedade matriarca dos elefantes foi descoberto por Cynthia e seus pesquisadores. Inserir fotos de ATFE

Após 4 dias maravilhosos em Amboseli, embarcamos em 2 pequenos aviões e voamos para o Parque Nacional Samburu. Localizado acima do equador, Samburu era muito mais quente e seco do que Amboseli. O grande rio que atravessa o parque estava seco e os guardas estavam cavando bebedouros para os animais. Tivemos a sorte de ver o Samburu Finve - um novo grupo de animais, a maioria não encontrado fora desta região :. Zebra de Grevy (que está altamente ameaçada), galinha-d'angola vulterina, Oryx, girafa reticulada (também ameaçada de extinção) e avestruz somali (têm patas azuis).

Insira fotos. Pudemos nos encontrar e saber sobre o trabalho que está sendo realizado por 3 de nossos parceiros Projeto Leão Ewaso, Projeto Girafa Reticulada e Salvar os Elefantes. Insira fotos. Gilbert, um pesquisador da Save the Elephants entreteve o grupo com a história do que acontece quando um elefante macho zangado encontra um caminhão Toyota. Insira a foto.

Nosso chalé em Samburu tinha poços de água feitos pelo homem que eram frequentados por uma grande tropa de babuínos-azeitonas, javalis e impalas. À noite podíamos ouvir as hienas chamando - parecia que elas estavam do lado de fora de nossas cabanas - Provavelmente estavam!

No dia 8 voamos para o vasto Masai Mara, um enorme parque com pastagens onduladas e pontos de acácias. O rio que atravessa o parque estava cheio de famílias de hipopótamos e crocodilos. No Mara vimos mais animais novos que ainda não tínhamos visto nos outros 2 parques. RHINOS !, salmão d'água, antílope topi, hartebeests e enormes rebanhos de búfalos do cabo.Inserir fotos

Nosso alojamento ficava no topo de uma colina com uma vista panorâmica da savana abaixo. Dez pessoas da nossa turma fizeram um passeio de balão de ar quente de manhã cedo, seguido por um café da manhã com champanhe no mato. Insira fotos.

Tivemos a oportunidade de visitar uma das 4 escolas na área de Masai Mara. Levamos material escolar para as crianças e fizemos um tour pela escola. Inserir fotos

Certa manhã, quando estávamos voltando ao chalé para o café da manhã, nossos guias nos disseram que conheciam um local especial para ver mais hipopótamos e crocodilos. Em vez disso, fomos surpreendidos por um pequeno-almoço com champanhe à beira do rio! Andrea e eu sabíamos da surpresa, mas não estávamos preparados para as toalhas de mesa de linho, guardanapos e café da manhã feito na hora. Inserir foto

Finalmente, nossa viagem maravilhosa estava chegando ao fim rapidamente enquanto voávamos de volta à civilização. Com mais uma parada para alimentar girafa no Giraffe Center em Nairóbi, fomos ao aeroporto para nos preparar para os longos voos de volta à realidade. Mas voltamos com 17 novos amigos e memórias que vão durar para o resto da vida.
Durante nossa viagem, doamos mais de US $ 7.000 para nossos parceiros de conservação.


Leões, zebras e elefantes, oh meu!

Em janeiro, Andrea Dougall e eu lideramos um grupo intrépido de viajantes em uma viagem ao Quênia. Anualmente, o departamento de cuidados com animais oferece a 16 pessoas sortudas a oportunidade de viajar com profissionais experientes em cuidados com animais para três belos parques no Quênia,

Além de ver centenas de espécies de animais, também aproveitamos a oportunidade para visitar nossos Parceiros de Conservação internacionais.

Nossa aventura começou antes de deixarmos Nairóbi. Situado dentro do Parque Nacional de Nairobi, está o David Sheldrick Wildlife Trust. Fundado em 1977 por Dame Daphne Sheldrick, o fundo resgata elefantes e rinocerontes órfãos. O Trust já criou com sucesso mais de 150 elefantes bebês, devolvendo alguns deles à natureza. Fizemos uma doação em dinheiro e também trouxemos mamadeiras do tamanho de elefantes para os bebês elefantes alimentados com mamadeira. Nosso grupo teve a sorte de conhecer alguns dos órfãos de perto e pessoalmente. Alguns de nossos viajantes adotaram elefantes no site do Sheldrick e puderam encontrar seus adotados. Inserir fotos

Saímos de Nairóbi e dirigimos pelo Parque Nacional Amboseli localizado na base do Monte Kilimanjaro. Inserir foto Kilimanjaro. O derretimento da água glacial cria um vasto pântano no parque, para o deleite dos elefantes. Nossos dias começaram cedo. Levantamos às 6h da manhã para o café, às 6h30 estávamos na estrada em direção ao parque para um safári. Inserir foto de van Nossos motoristas / guias têm mais de 60 anos de conhecimento e experiência entre os três e podem pegar uma águia de uma árvore a 200 metros ou apontar um pequeno besouro de esterco no chão. Em Amboseli, vimos grandes famílias de elefantes com seus bebês, manadas de gazelas, zebras, gnus, matilhas de hienas e bandos de leões. As aves aquáticas eram lindas e havia tantas espécies diferentes!

No parque, visitamos um vilarejo Masai local e aprendemos sobre seu dia a dia. Há uma escola no local e pudemos visitar as crianças e vê-las demonstrar suas habilidades de leitura. Inserir foto da vila e vídeo.

Também visitamos o Amboseli Trust for Elephants, fundado por Cynthia Moss há mais de 40 anos. Muito do que sabemos sobre a sociedade matriarca dos elefantes foi descoberto por Cynthia e seus pesquisadores. Inserir fotos de ATFE

Após 4 dias maravilhosos em Amboseli, embarcamos em 2 pequenos aviões e voamos para o Parque Nacional Samburu. Localizado acima do equador, Samburu era muito mais quente e seco do que Amboseli. O grande rio que atravessa o parque estava seco e os guardas estavam cavando bebedouros para os animais. Tivemos a sorte de ver o Samburu Finve - um grupo totalmente novo de animais, a maioria não encontrado fora desta região :. Zebra de Grevy (que está altamente ameaçada), galinha-d'angola vulterina, Oryx, girafa reticulada (também ameaçada de extinção) e avestruz somali (têm patas azuis).

Insira fotos. Pudemos nos encontrar e saber sobre o trabalho que está sendo realizado por 3 de nossos parceiros Projeto Leão Ewaso, Projeto Girafa Reticulada e Salvar os Elefantes. Insira fotos. Gilbert, um pesquisador da Save the Elephants entreteve o grupo com a história do que acontece quando um elefante macho zangado encontra um caminhão Toyota. Insira a foto.

Nosso chalé em Samburu tinha poços de água feitos pelo homem que eram frequentados por uma grande tropa de babuínos-azeitonas, javalis e impalas. À noite podíamos ouvir as hienas chamando - parecia que elas estavam do lado de fora de nossas cabanas - Provavelmente estavam!

No dia 8 voamos para o vasto Masai Mara, um enorme parque com pastagens onduladas e pontos de acácias. O rio que atravessa o parque estava cheio de famílias de hipopótamos e crocodilos. No Mara vimos mais animais novos que ainda não tínhamos visto nos outros 2 parques. RHINOS !, salmão d'água, antílope topi, hartebeests e enormes rebanhos de búfalos do cabo.Inserir fotos

Nosso alojamento ficava no topo de uma colina com uma vista panorâmica da savana abaixo. Dez pessoas da nossa turma fizeram um passeio de balão de ar quente de manhã cedo, seguido por um café da manhã com champanhe no mato. Insira fotos.

Tivemos a oportunidade de visitar uma das 4 escolas na área de Masai Mara. Levamos material escolar para as crianças e fizemos um tour pela escola. Inserir fotos

Certa manhã, quando estávamos voltando ao chalé para o café da manhã, nossos guias nos disseram que conheciam um local especial para ver mais hipopótamos e crocodilos. Em vez disso, fomos surpreendidos por um pequeno-almoço com champanhe à beira do rio! Andrea e eu sabíamos da surpresa, mas não estávamos preparados para as toalhas de mesa de linho, guardanapos e café da manhã feito na hora. Inserir foto

Finalmente, nossa viagem maravilhosa estava chegando ao fim rapidamente enquanto voávamos de volta à civilização. Com mais uma parada para alimentar girafa no Giraffe Center em Nairóbi, fomos ao aeroporto para nos preparar para os longos voos de volta à realidade. Mas voltamos com 17 novos amigos e memórias que vão durar para o resto da vida.
Durante nossa viagem, doamos mais de US $ 7.000 para nossos parceiros de conservação.


Leões, zebras e elefantes, oh meu!

Em janeiro, Andrea Dougall e eu lideramos um grupo intrépido de viajantes em uma viagem ao Quênia. Anualmente, o departamento de cuidados com animais oferece a 16 pessoas sortudas a oportunidade de viajar com profissionais experientes em cuidados com animais para três belos parques no Quênia,

Além de ver centenas de espécies de animais, também aproveitamos a oportunidade para visitar nossos Parceiros de Conservação internacionais.

Nossa aventura começou antes de deixarmos Nairóbi. Situado dentro do Parque Nacional de Nairobi, está o David Sheldrick Wildlife Trust. Fundado em 1977 por Dame Daphne Sheldrick, o fundo resgata elefantes e rinocerontes órfãos. O Trust já criou com sucesso mais de 150 elefantes bebês, devolvendo alguns deles à natureza. Fizemos uma doação em dinheiro e também trouxemos mamadeiras do tamanho de elefantes para os bebês elefantes alimentados com mamadeira. Nosso grupo teve a sorte de conhecer alguns dos órfãos de perto e pessoalmente. Alguns de nossos viajantes adotaram elefantes no site do Sheldrick e puderam encontrar seus adotados. Inserir fotos

Saímos de Nairóbi e dirigimos pelo Parque Nacional Amboseli localizado na base do Monte Kilimanjaro. Inserir foto Kilimanjaro. O derretimento da água glacial cria um vasto pântano no parque, para o deleite dos elefantes. Nossos dias começaram cedo. Levantamos às 6h da manhã para o café, às 6h30 estávamos na estrada em direção ao parque para um safári. Inserir foto de van Nossos motoristas / guias têm mais de 60 anos de conhecimento e experiência entre os três e podem pegar uma águia de uma árvore a 200 metros ou apontar um pequeno besouro de esterco no chão. Em Amboseli, vimos grandes famílias de elefantes com seus bebês, manadas de gazelas, zebras, gnus, matilhas de hienas e bandos de leões. As aves aquáticas eram lindas e havia tantas espécies diferentes!

No parque, visitamos um vilarejo Masai local e aprendemos sobre seu dia a dia. Há uma escola no local e pudemos visitar as crianças e vê-las demonstrar suas habilidades de leitura. Inserir foto da vila e vídeo.

Também visitamos o Amboseli Trust for Elephants, fundado por Cynthia Moss há mais de 40 anos. A maior parte do que sabemos sobre a sociedade matriarca dos elefantes foi descoberta por Cynthia e seus pesquisadores. Inserir fotos de ATFE

Após 4 dias maravilhosos em Amboseli, embarcamos em 2 pequenos aviões e voamos para o Parque Nacional Samburu. Localizado acima do equador, Samburu era muito mais quente e seco do que Amboseli. O grande rio que atravessa o parque estava seco e os guardas estavam cavando bebedouros para os animais. Tivemos a sorte de ver o Samburu Finve - um grupo totalmente novo de animais, a maioria não encontrado fora desta região :. Zebra de Grevy (que está altamente ameaçada), galinha-d'angola vulterina, Oryx, girafa reticulada (também ameaçada de extinção) e avestruz somali (têm patas azuis).

Insira fotos. Pudemos nos encontrar e saber sobre o trabalho que está sendo realizado por 3 de nossos parceiros Projeto Leão Ewaso, Projeto Girafa Reticulada e Salvar os Elefantes. Insira fotos. Gilbert, um pesquisador da Save the Elephants entreteve o grupo com a história do que acontece quando um elefante macho zangado encontra um caminhão Toyota. Insira a foto.

Nosso chalé em Samburu tinha poços de água feitos pelo homem que eram frequentados por uma grande tropa de babuínos-azeitonas, javalis e impalas. À noite podíamos ouvir as hienas chamando - parecia que elas estavam do lado de fora de nossas cabanas - Provavelmente estavam!

No dia 8 voamos para o vasto Masai Mara, um enorme parque com pastagens onduladas e pontos de acácias. O rio que atravessa o parque estava cheio de famílias de hipopótamos e crocodilos. No Mara vimos mais animais novos que ainda não tínhamos visto nos outros 2 parques. RHINOS !, cervos-d'água, antílopes topi, hartebeests e enormes rebanhos de búfalos-do-cabo.Inserir fotos

Nosso alojamento ficava no topo de uma colina com uma vista panorâmica da savana abaixo. Dez pessoas da nossa turma fizeram um passeio de balão de ar quente de manhã cedo, seguido por um café da manhã com champanhe no mato. Insira fotos.

Tivemos a oportunidade de visitar uma das 4 escolas na área de Masai Mara. Levamos material escolar para as crianças e fizemos um tour pela escola. Inserir fotos

Certa manhã, quando estávamos voltando ao chalé para o café da manhã, nossos guias nos disseram que conheciam um local especial para ver mais hipopótamos e crocodilos. Em vez disso, fomos surpreendidos por um pequeno-almoço com champanhe à beira do rio! Andrea e eu sabíamos da surpresa, mas não estávamos preparados para as toalhas de mesa de linho, guardanapos e café da manhã feito na hora. Inserir foto

Finalmente, nossa viagem maravilhosa estava chegando ao fim rapidamente enquanto voávamos de volta à civilização. Com mais uma parada para alimentar girafa no Giraffe Center em Nairóbi, fomos ao aeroporto para nos preparar para os longos voos de volta à realidade. Mas voltamos com 17 novos amigos e memórias que vão durar para o resto da vida.
Durante nossa viagem, doamos mais de US $ 7.000 para nossos parceiros de conservação.


Leões, zebras e elefantes, oh meu!

Em janeiro, Andrea Dougall e eu lideramos um grupo intrépido de viajantes em uma viagem ao Quênia. Anualmente, o departamento de cuidados com animais oferece a 16 pessoas sortudas a oportunidade de viajar com profissionais experientes em cuidados com animais para três belos parques no Quênia,

Além de ver centenas de espécies de animais, também aproveitamos a oportunidade para visitar nossos Parceiros de Conservação internacionais.

Nossa aventura começou antes de deixarmos Nairóbi. Situado dentro do Parque Nacional de Nairobi, está o David Sheldrick Wildlife Trust. Fundado em 1977 por Dame Daphne Sheldrick, o trust resgata elefantes e rinocerontes órfãos. O Trust já criou com sucesso mais de 150 elefantes bebês, devolvendo alguns deles à natureza. Fizemos uma doação em dinheiro e também trouxemos mamadeiras do tamanho de elefantes para os bebês elefantes alimentados com mamadeira. Nosso grupo teve a sorte de conhecer alguns dos órfãos de perto e pessoalmente. Alguns de nossos viajantes adotaram elefantes no site do Sheldrick e puderam encontrar seus adotados. Inserir fotos

Saímos de Nairóbi e dirigimos pelo Parque Nacional Amboseli localizado na base do Monte Kilimanjaro. Inserir foto Kilimanjaro. O derretimento da água glacial cria um vasto pântano no parque, para o deleite dos elefantes. Nossos dias começaram cedo. Levantamos às 6h da manhã para o café, às 6h30 estávamos na estrada em direção ao parque para um safári. Inserir foto de van Nossos motoristas / guias têm mais de 60 anos de conhecimento e experiência entre os três e podem pegar uma águia de uma árvore a 200 metros ou apontar um pequeno besouro de esterco no chão. Em Amboseli, vimos grandes famílias de elefantes com seus bebês, manadas de gazelas, zebras, gnus, matilhas de hienas e bandos de leões. As aves aquáticas eram lindas e havia tantas espécies diferentes!

No parque, visitamos um vilarejo Masai local e aprendemos sobre seu dia a dia. Há uma escola no local e pudemos visitar as crianças e vê-las demonstrar suas habilidades de leitura. Inserir foto da vila e vídeo.

Também visitamos o Amboseli Trust for Elephants, fundado por Cynthia Moss há mais de 40 anos. A maior parte do que sabemos sobre a sociedade matriarca dos elefantes foi descoberta por Cynthia e seus pesquisadores. Inserir fotos de ATFE

Após 4 dias maravilhosos em Amboseli, embarcamos em 2 pequenos aviões e voamos para o Parque Nacional Samburu. Localizado acima do equador, Samburu era muito mais quente e seco do que Amboseli. O grande rio que atravessa o parque estava seco e os guardas estavam cavando bebedouros para os animais. Tivemos a sorte de ver o Samburu Finve - um novo grupo de animais, a maioria não encontrado fora desta região :. Zebra de Grevy (que está altamente ameaçada), galinha-d'angola vulterina, Oryx, girafa reticulada (também ameaçada de extinção) e avestruz somali (têm patas azuis).

Insira fotos. Pudemos nos encontrar e saber sobre o trabalho que está sendo realizado por 3 de nossos parceiros Projeto Leão Ewaso, Projeto Girafa Reticulada e Salvar os Elefantes. Insira fotos. Gilbert, um pesquisador da Save the Elephants entreteve o grupo com a história do que acontece quando um elefante macho zangado encontra um caminhão Toyota. Insira a foto.

Nosso chalé em Samburu tinha poços de água feitos pelo homem que eram frequentados por uma grande tropa de babuínos-azeitonas, javalis e impalas. À noite podíamos ouvir as hienas chamando - parecia que elas estavam do lado de fora de nossas cabanas - Provavelmente estavam!

No dia 8 voamos para o vasto Masai Mara, um enorme parque com pastagens onduladas e pontos de acácias. O rio que atravessa o parque estava cheio de famílias de hipopótamos e crocodilos. No Mara vimos mais animais novos que ainda não tínhamos visto nos outros 2 parques. RHINOS !, salmão d'água, antílope topi, hartebeests e enormes rebanhos de búfalos do cabo.Inserir fotos

Nosso alojamento ficava no topo de uma colina com uma vista panorâmica da savana abaixo. Dez pessoas da nossa turma fizeram um passeio de balão de ar quente de manhã cedo, seguido por um café da manhã com champanhe no mato. Insira fotos.

Tivemos a oportunidade de visitar uma das 4 escolas na área de Masai Mara. Levamos material escolar para as crianças e fizemos um tour pela escola. Inserir fotos

Certa manhã, quando estávamos voltando ao chalé para o café da manhã, nossos guias nos disseram que conheciam um local especial para ver mais hipopótamos e crocodilos. Em vez disso, fomos surpreendidos por um pequeno-almoço com champanhe à beira do rio! Andrea e eu sabíamos da surpresa, mas não estávamos preparados para as toalhas de mesa de linho, guardanapos e café da manhã feito na hora. Inserir foto

Finalmente, nossa viagem maravilhosa estava chegando ao fim rapidamente enquanto voávamos de volta à civilização. Com mais uma parada para alimentar girafa no Giraffe Center em Nairóbi, fomos ao aeroporto para nos preparar para os longos voos de volta à realidade. Mas voltamos com 17 novos amigos e memórias que vão durar para o resto da vida.
Durante nossa viagem, doamos mais de US $ 7.000 para nossos parceiros de conservação.


Leões, zebras e elefantes, oh meu!

Em janeiro, Andrea Dougall e eu lideramos um grupo intrépido de viajantes em uma viagem ao Quênia. Anualmente, o departamento de cuidados com animais oferece a 16 pessoas sortudas a oportunidade de viajar com profissionais experientes em cuidados com animais para três belos parques no Quênia,

Além de ver centenas de espécies de animais, também aproveitamos a oportunidade para visitar nossos Parceiros de Conservação internacionais.

Nossa aventura começou antes de deixarmos Nairóbi. Situado dentro do Parque Nacional de Nairobi, está o David Sheldrick Wildlife Trust. Fundado em 1977 por Dame Daphne Sheldrick, o trust resgata elefantes e rinocerontes órfãos. O Trust já criou com sucesso mais de 150 elefantes bebês, devolvendo alguns deles à natureza. Fizemos uma doação em dinheiro e também trouxemos mamadeiras do tamanho de elefantes para os bebês elefantes alimentados com mamadeira. Nosso grupo teve a sorte de conhecer alguns dos órfãos de perto e pessoalmente. Alguns de nossos viajantes adotaram elefantes no site do Sheldrick e puderam encontrar seus adotados. Inserir fotos

Saímos de Nairóbi e dirigimos pelo Parque Nacional Amboseli localizado na base do Monte Kilimanjaro. Inserir foto Kilimanjaro. O derretimento da água glacial cria um vasto pântano no parque, para o deleite dos elefantes. Nossos dias começaram cedo. Levantamos às 6h para o café, estávamos na estrada às 6h30 em direção ao parque para um safári. Inserir foto de van Nossos motoristas / guias têm mais de 60 anos de conhecimento e experiência entre os três e podem pegar uma águia de uma árvore a 200 metros ou apontar um pequeno besouro de esterco no chão. Em Amboseli, vimos grandes famílias de elefantes com seus bebês, manadas de gazelas, zebras, gnus, matilhas de hienas e bandos de leões. As aves aquáticas eram lindas e havia tantas espécies diferentes!

No parque, visitamos um vilarejo Masai local e aprendemos sobre seu dia a dia. Há uma escola no local e pudemos visitar as crianças e vê-las demonstrar suas habilidades de leitura. Inserir foto da vila e vídeo.

Também visitamos o Amboseli Trust for Elephants, fundado por Cynthia Moss há mais de 40 anos. Muito do que sabemos sobre a sociedade matriarca dos elefantes foi descoberto por Cynthia e seus pesquisadores. Inserir fotos de ATFE

Após 4 dias maravilhosos em Amboseli, embarcamos em 2 pequenos aviões e voamos para o Parque Nacional Samburu. Localizado acima do equador, Samburu era muito mais quente e seco do que Amboseli. O grande rio que atravessa o parque estava seco e os guardas estavam cavando bebedouros para os animais. Tivemos a sorte de ver o Samburu Finve - um grupo totalmente novo de animais, a maioria não encontrado fora desta região :. Zebra de Grevy (que está altamente ameaçada), galinha-d'angola vulterina, Oryx, girafa reticulada (também ameaçada de extinção) e avestruz somali (têm patas azuis).

Insira fotos. Pudemos nos encontrar e saber sobre o trabalho que está sendo realizado por 3 de nossos parceiros Projeto Leão Ewaso, Projeto Girafa Reticulada e Salvar os Elefantes. Insira fotos. Gilbert, um pesquisador da Save the Elephants entreteve o grupo com a história do que acontece quando um elefante macho zangado encontra um caminhão Toyota. Inserir foto.

Nosso chalé em Samburu tinha poços de água feitos pelo homem que eram frequentados por uma grande tropa de babuínos-azeitonas, javalis e impalas. À noite podíamos ouvir as hienas chamando - parecia que elas estavam do lado de fora de nossas cabanas - Provavelmente estavam!

No dia 8 voamos para o vasto Masai Mara, um enorme parque com pastagens onduladas e pontos de acácias. O rio que atravessa o parque estava cheio de famílias de hipopótamos e crocodilos. No Mara vimos mais animais novos que ainda não tínhamos visto nos outros 2 parques. RHINOS !, cervos-d'água, antílopes topi, hartebeests e enormes rebanhos de búfalos-do-cabo.Inserir fotos

Nosso alojamento ficava no topo de uma colina com uma vista panorâmica da savana abaixo. Dez pessoas da nossa turma fizeram um passeio de balão de ar quente de manhã cedo, seguido por um café da manhã com champanhe no mato. Insira fotos.

We had the opportunity to visit one of the 4 schools in the Masai Mara area. We took school supplies to the children and enjoyed a tour of the school. Insert Photos

One morning, as we were heading back to the lodge for breakfast, our guides told us they knew of a special location to see more hippo and crocodile. Instead, we were surprised by a champagne breakfast set up alongside the river! Andrea and I knew about the surprise, but we weren't prepared for the linen table cloths, napkins and made to order breakfast. Insert photo

Finally, our wonderful trip was quickly coming to a close as we flew back to civilization. With one more stop to feed giraffe at the Giraffe Center in Nairobi, we headed to the airport to prepare ourselves for the long flights home and back to reality. But we came back with 17 new friends and memories which will last a lifetime.
During our trip, we donated over $7000 to our conservation partners.


Lions, Zebra and Elephants, Oh My!

In January, Andrea Dougall and I led an intrepid group of travelers on a trip to Kenya. Annually, the Animal Care department offers 16 lucky people the opportunity to travel with experienced Animal Care professionals to three beautiful parks in Kenya,

In addition to seeing hundreds of species of animals, we also take the opportunity to visit with our international Conservation Partners.

Our adventure began before we left Nairobi. Nestled within the Nairobi National Park is the David Sheldrick Wildlife Trust. Founded in 1977 by Dame Daphne Sheldrick, the trust rescues orphaned elephants and rhinos. The Trust has successfully hand raised over 150 infant elephants, returning some of them to the wild. We made a monetary donation and also brought elephant sized baby bottles for the bottle fed baby elephants. Our group was lucky enough to meet some of the orphans up close and personal. A few of our travelers had adopted elephants on the Sheldrick website and were able to meet their adoptees. Insert photos

We left Nairobi and drove the Amboseli National Park located at the base of Mt. Kilimanjaro. Insert Kilimanjaro photo. The melting glacial water creates vast swampland in teh park, much to the delight of the elephants. Our days began early. Up at 6:00am for coffee, we were on the road by 6:30 heading to the park for a game drive. Insert Photo of van Our drivers/guides have over 60 years of knowledge and experience between the 3 of them and they can pick an eagle out of a tree at 200 yards or point out a tiny dung beetle on the ground. In Amboseli we saw large families of elephants with their babies, herds of gazelles, zebra, wildebeest, packs of hyenas and prides of lions. The water birds were beautiful and there were so many different species!

In the park we visited a local Masai village and learned about their daily lives. There is a school on site and we were able to visit the children and watch them demonstrate their reading abilities. Insert photo of village and video.

We also visited the Amboseli Trust for Elephants, founded by Cynthia Moss over 40 years ago. Most of what we know about the elephants' matriarch society was discovered by Cynthia and her researchers. Insert photos of ATFE

After 4 wonderful days in Amboseli, we boarded 2 small planes and flew to the Samburu National Park. Located above the equator, Samburu was much hotter and drier than Amboseli. The large river that runs through the park was dry and rangers were digging watering holes for the animals. We were lucky to see the Samburu Finve- a whole new group of animals most not found outside of this region:. Grevy's Zebra (which is highly endangered), Vulterine guinea fowl, Oryx, Reticulated giraffe (also endangered) and Somali Ostrich (they have blue legs).

Insert photos. We were able to meet with and learn about the work being down by 3 of our partners Ewaso Lion Project, Reticulated Giraffe Project and Save the Elephants. Insert Photos. Gilbert, a researcher with Save the Elephants entertained the group with the story of what happens when an angry bull elephant meets a Toyota truck. Insert Photo.

Our lodge in Samburu had man-made water holes which were frequented by a large troop of olive baboons, warthogs and impala. At night we could hear the hyenas calling- it sounded like they were right outside our huts- They probably were!

On Day 8 we flew to the vast Masai Mara, a huge park with rolling grasslands and dots of acacia trees. The river which runs through the park was full of families of hippos and crocodiles. In the Mara we saw more new animals that we hadn't yet seen at the other 2 parks. RHINOS!, waterbuck, topi antelope, hartebeests and huge herds of cape buffalo.Insert photos

Our lodge sat at the top of a hill with a panoramic view of the savanna below. 10 of our crowd took an early morning hot air balloon ride followed by a champagne breakfast in the bush. Insert photos.

We had the opportunity to visit one of the 4 schools in the Masai Mara area. We took school supplies to the children and enjoyed a tour of the school. Insert Photos

One morning, as we were heading back to the lodge for breakfast, our guides told us they knew of a special location to see more hippo and crocodile. Instead, we were surprised by a champagne breakfast set up alongside the river! Andrea and I knew about the surprise, but we weren't prepared for the linen table cloths, napkins and made to order breakfast. Insert photo

Finally, our wonderful trip was quickly coming to a close as we flew back to civilization. With one more stop to feed giraffe at the Giraffe Center in Nairobi, we headed to the airport to prepare ourselves for the long flights home and back to reality. But we came back with 17 new friends and memories which will last a lifetime.
During our trip, we donated over $7000 to our conservation partners.


Lions, Zebra and Elephants, Oh My!

In January, Andrea Dougall and I led an intrepid group of travelers on a trip to Kenya. Annually, the Animal Care department offers 16 lucky people the opportunity to travel with experienced Animal Care professionals to three beautiful parks in Kenya,

In addition to seeing hundreds of species of animals, we also take the opportunity to visit with our international Conservation Partners.

Our adventure began before we left Nairobi. Nestled within the Nairobi National Park is the David Sheldrick Wildlife Trust. Founded in 1977 by Dame Daphne Sheldrick, the trust rescues orphaned elephants and rhinos. The Trust has successfully hand raised over 150 infant elephants, returning some of them to the wild. We made a monetary donation and also brought elephant sized baby bottles for the bottle fed baby elephants. Our group was lucky enough to meet some of the orphans up close and personal. A few of our travelers had adopted elephants on the Sheldrick website and were able to meet their adoptees. Insert photos

We left Nairobi and drove the Amboseli National Park located at the base of Mt. Kilimanjaro. Insert Kilimanjaro photo. The melting glacial water creates vast swampland in teh park, much to the delight of the elephants. Our days began early. Up at 6:00am for coffee, we were on the road by 6:30 heading to the park for a game drive. Insert Photo of van Our drivers/guides have over 60 years of knowledge and experience between the 3 of them and they can pick an eagle out of a tree at 200 yards or point out a tiny dung beetle on the ground. In Amboseli we saw large families of elephants with their babies, herds of gazelles, zebra, wildebeest, packs of hyenas and prides of lions. The water birds were beautiful and there were so many different species!

In the park we visited a local Masai village and learned about their daily lives. There is a school on site and we were able to visit the children and watch them demonstrate their reading abilities. Insert photo of village and video.

We also visited the Amboseli Trust for Elephants, founded by Cynthia Moss over 40 years ago. Most of what we know about the elephants' matriarch society was discovered by Cynthia and her researchers. Insert photos of ATFE

After 4 wonderful days in Amboseli, we boarded 2 small planes and flew to the Samburu National Park. Located above the equator, Samburu was much hotter and drier than Amboseli. The large river that runs through the park was dry and rangers were digging watering holes for the animals. We were lucky to see the Samburu Finve- a whole new group of animals most not found outside of this region:. Grevy's Zebra (which is highly endangered), Vulterine guinea fowl, Oryx, Reticulated giraffe (also endangered) and Somali Ostrich (they have blue legs).

Insert photos. We were able to meet with and learn about the work being down by 3 of our partners Ewaso Lion Project, Reticulated Giraffe Project and Save the Elephants. Insert Photos. Gilbert, a researcher with Save the Elephants entertained the group with the story of what happens when an angry bull elephant meets a Toyota truck. Insert Photo.

Our lodge in Samburu had man-made water holes which were frequented by a large troop of olive baboons, warthogs and impala. At night we could hear the hyenas calling- it sounded like they were right outside our huts- They probably were!

On Day 8 we flew to the vast Masai Mara, a huge park with rolling grasslands and dots of acacia trees. The river which runs through the park was full of families of hippos and crocodiles. In the Mara we saw more new animals that we hadn't yet seen at the other 2 parks. RHINOS!, waterbuck, topi antelope, hartebeests and huge herds of cape buffalo.Insert photos

Our lodge sat at the top of a hill with a panoramic view of the savanna below. 10 of our crowd took an early morning hot air balloon ride followed by a champagne breakfast in the bush. Insert photos.

We had the opportunity to visit one of the 4 schools in the Masai Mara area. We took school supplies to the children and enjoyed a tour of the school. Insert Photos

One morning, as we were heading back to the lodge for breakfast, our guides told us they knew of a special location to see more hippo and crocodile. Instead, we were surprised by a champagne breakfast set up alongside the river! Andrea and I knew about the surprise, but we weren't prepared for the linen table cloths, napkins and made to order breakfast. Insert photo

Finally, our wonderful trip was quickly coming to a close as we flew back to civilization. With one more stop to feed giraffe at the Giraffe Center in Nairobi, we headed to the airport to prepare ourselves for the long flights home and back to reality. But we came back with 17 new friends and memories which will last a lifetime.
During our trip, we donated over $7000 to our conservation partners.


Lions, Zebra and Elephants, Oh My!

In January, Andrea Dougall and I led an intrepid group of travelers on a trip to Kenya. Annually, the Animal Care department offers 16 lucky people the opportunity to travel with experienced Animal Care professionals to three beautiful parks in Kenya,

In addition to seeing hundreds of species of animals, we also take the opportunity to visit with our international Conservation Partners.

Our adventure began before we left Nairobi. Nestled within the Nairobi National Park is the David Sheldrick Wildlife Trust. Founded in 1977 by Dame Daphne Sheldrick, the trust rescues orphaned elephants and rhinos. The Trust has successfully hand raised over 150 infant elephants, returning some of them to the wild. We made a monetary donation and also brought elephant sized baby bottles for the bottle fed baby elephants. Our group was lucky enough to meet some of the orphans up close and personal. A few of our travelers had adopted elephants on the Sheldrick website and were able to meet their adoptees. Insert photos

We left Nairobi and drove the Amboseli National Park located at the base of Mt. Kilimanjaro. Insert Kilimanjaro photo. The melting glacial water creates vast swampland in teh park, much to the delight of the elephants. Our days began early. Up at 6:00am for coffee, we were on the road by 6:30 heading to the park for a game drive. Insert Photo of van Our drivers/guides have over 60 years of knowledge and experience between the 3 of them and they can pick an eagle out of a tree at 200 yards or point out a tiny dung beetle on the ground. In Amboseli we saw large families of elephants with their babies, herds of gazelles, zebra, wildebeest, packs of hyenas and prides of lions. The water birds were beautiful and there were so many different species!

In the park we visited a local Masai village and learned about their daily lives. There is a school on site and we were able to visit the children and watch them demonstrate their reading abilities. Insert photo of village and video.

We also visited the Amboseli Trust for Elephants, founded by Cynthia Moss over 40 years ago. Most of what we know about the elephants' matriarch society was discovered by Cynthia and her researchers. Insert photos of ATFE

After 4 wonderful days in Amboseli, we boarded 2 small planes and flew to the Samburu National Park. Located above the equator, Samburu was much hotter and drier than Amboseli. The large river that runs through the park was dry and rangers were digging watering holes for the animals. We were lucky to see the Samburu Finve- a whole new group of animals most not found outside of this region:. Grevy's Zebra (which is highly endangered), Vulterine guinea fowl, Oryx, Reticulated giraffe (also endangered) and Somali Ostrich (they have blue legs).

Insert photos. We were able to meet with and learn about the work being down by 3 of our partners Ewaso Lion Project, Reticulated Giraffe Project and Save the Elephants. Insert Photos. Gilbert, a researcher with Save the Elephants entertained the group with the story of what happens when an angry bull elephant meets a Toyota truck. Insert Photo.

Our lodge in Samburu had man-made water holes which were frequented by a large troop of olive baboons, warthogs and impala. At night we could hear the hyenas calling- it sounded like they were right outside our huts- They probably were!

On Day 8 we flew to the vast Masai Mara, a huge park with rolling grasslands and dots of acacia trees. The river which runs through the park was full of families of hippos and crocodiles. In the Mara we saw more new animals that we hadn't yet seen at the other 2 parks. RHINOS!, waterbuck, topi antelope, hartebeests and huge herds of cape buffalo.Insert photos

Our lodge sat at the top of a hill with a panoramic view of the savanna below. 10 of our crowd took an early morning hot air balloon ride followed by a champagne breakfast in the bush. Insert photos.

We had the opportunity to visit one of the 4 schools in the Masai Mara area. We took school supplies to the children and enjoyed a tour of the school. Insert Photos

One morning, as we were heading back to the lodge for breakfast, our guides told us they knew of a special location to see more hippo and crocodile. Instead, we were surprised by a champagne breakfast set up alongside the river! Andrea and I knew about the surprise, but we weren't prepared for the linen table cloths, napkins and made to order breakfast. Insert photo

Finally, our wonderful trip was quickly coming to a close as we flew back to civilization. With one more stop to feed giraffe at the Giraffe Center in Nairobi, we headed to the airport to prepare ourselves for the long flights home and back to reality. But we came back with 17 new friends and memories which will last a lifetime.
During our trip, we donated over $7000 to our conservation partners.


Lions, Zebra and Elephants, Oh My!

In January, Andrea Dougall and I led an intrepid group of travelers on a trip to Kenya. Annually, the Animal Care department offers 16 lucky people the opportunity to travel with experienced Animal Care professionals to three beautiful parks in Kenya,

In addition to seeing hundreds of species of animals, we also take the opportunity to visit with our international Conservation Partners.

Our adventure began before we left Nairobi. Nestled within the Nairobi National Park is the David Sheldrick Wildlife Trust. Founded in 1977 by Dame Daphne Sheldrick, the trust rescues orphaned elephants and rhinos. The Trust has successfully hand raised over 150 infant elephants, returning some of them to the wild. We made a monetary donation and also brought elephant sized baby bottles for the bottle fed baby elephants. Our group was lucky enough to meet some of the orphans up close and personal. A few of our travelers had adopted elephants on the Sheldrick website and were able to meet their adoptees. Insert photos

We left Nairobi and drove the Amboseli National Park located at the base of Mt. Kilimanjaro. Insert Kilimanjaro photo. The melting glacial water creates vast swampland in teh park, much to the delight of the elephants. Our days began early. Up at 6:00am for coffee, we were on the road by 6:30 heading to the park for a game drive. Insert Photo of van Our drivers/guides have over 60 years of knowledge and experience between the 3 of them and they can pick an eagle out of a tree at 200 yards or point out a tiny dung beetle on the ground. In Amboseli we saw large families of elephants with their babies, herds of gazelles, zebra, wildebeest, packs of hyenas and prides of lions. The water birds were beautiful and there were so many different species!

In the park we visited a local Masai village and learned about their daily lives. There is a school on site and we were able to visit the children and watch them demonstrate their reading abilities. Insert photo of village and video.

We also visited the Amboseli Trust for Elephants, founded by Cynthia Moss over 40 years ago. Most of what we know about the elephants' matriarch society was discovered by Cynthia and her researchers. Insert photos of ATFE

After 4 wonderful days in Amboseli, we boarded 2 small planes and flew to the Samburu National Park. Located above the equator, Samburu was much hotter and drier than Amboseli. The large river that runs through the park was dry and rangers were digging watering holes for the animals. We were lucky to see the Samburu Finve- a whole new group of animals most not found outside of this region:. Grevy's Zebra (which is highly endangered), Vulterine guinea fowl, Oryx, Reticulated giraffe (also endangered) and Somali Ostrich (they have blue legs).

Insert photos. We were able to meet with and learn about the work being down by 3 of our partners Ewaso Lion Project, Reticulated Giraffe Project and Save the Elephants. Insert Photos. Gilbert, a researcher with Save the Elephants entertained the group with the story of what happens when an angry bull elephant meets a Toyota truck. Insert Photo.

Our lodge in Samburu had man-made water holes which were frequented by a large troop of olive baboons, warthogs and impala. At night we could hear the hyenas calling- it sounded like they were right outside our huts- They probably were!

On Day 8 we flew to the vast Masai Mara, a huge park with rolling grasslands and dots of acacia trees. The river which runs through the park was full of families of hippos and crocodiles. In the Mara we saw more new animals that we hadn't yet seen at the other 2 parks. RHINOS!, waterbuck, topi antelope, hartebeests and huge herds of cape buffalo.Insert photos

Our lodge sat at the top of a hill with a panoramic view of the savanna below. 10 of our crowd took an early morning hot air balloon ride followed by a champagne breakfast in the bush. Insert photos.

We had the opportunity to visit one of the 4 schools in the Masai Mara area. We took school supplies to the children and enjoyed a tour of the school. Insert Photos

One morning, as we were heading back to the lodge for breakfast, our guides told us they knew of a special location to see more hippo and crocodile. Instead, we were surprised by a champagne breakfast set up alongside the river! Andrea and I knew about the surprise, but we weren't prepared for the linen table cloths, napkins and made to order breakfast. Insert photo

Finally, our wonderful trip was quickly coming to a close as we flew back to civilization. With one more stop to feed giraffe at the Giraffe Center in Nairobi, we headed to the airport to prepare ourselves for the long flights home and back to reality. But we came back with 17 new friends and memories which will last a lifetime.
During our trip, we donated over $7000 to our conservation partners.


Assista o vídeo: Crocs catch and eat zebra - incredible feeding behaviour! (Dezembro 2021).